Ponto de Vista – Foco na Sustentabilidade

13 de novembro de 2015

Economia, preservação e sustentabilidade. Essas são as palavras mais lembradas e faladas pelo síndico Vilmar Gomes Guerra, do edifício Green Hill, em Jardim da Penha, Vitória. À frente de um prédio com 55 unidades, o também contador busca conhecer e implantar ações de melhoria de forma constante.

Síndico pela primeira vez, Guerra acredita que a participação dos condôminos é essencial para o sucesso da administração do condomínio.

InfoSIPCES – COMO RESUMIR ESSA NOVA EXPERIÊNCIA COMO SÍNDICO?

A rotina é pesada, não e fácil. Como antes eu fazia parte do conselho, então já tenho uma noção de como gerir e administrar algumas situações. As responsabilidades são grandes, mas é sempre um prazer estar à frente, principalmente quando temos condôminos que são parceiros e buscam colaborar e atender às normas que foram colocadas para o bom funcionamento do condomínio e para preservar a boa convivência. O síndico tem uma responsabilidade muito grande, que muitos desconhecem, e digo sempre que é preciso ter paciência e bom senso.

OS CONDÔMINOS ENTENDEM ISSO?

Entendem sim. Nunca tomo uma decisão sozinho. Sempre levo para o conselho e, quando é o caso, para a assembleia. Temos que fazer sempre o que for melhor para a maioria, é assim que tem que funcionar. Mas ainda acho que a participação dos condôminos deveria ser maior.

ESSSA BAIXA PARTICIPAÇÃO INCOMODA?

Não é questão de incomodar ou atrapalhar, mas o condômino tem que entender que estamos sempre discutindo ações que são importantes para o dia a dia dos moradores. Além disso, buscamos realizar uma festa de confraternização no final do ano, exatamente para que a relação entre os moradores seja maior. Acredito que assim essa participação na hora das assembleias e no debate de ações a serem implantadas no condomínio também aumentará.

QUE AÇÕES FORAM REALIZADAS RECENTEMENTE?

Hoje nós temos a portaria virtual. No primeiro momento as pessoas estranham, mas tudo é questão de acostumar e, principalmente, ficar mais atento. Quando as pessoas passam a vigiar mais e ter mais cuidado em não abrir o portão para qualquer pessoa, não deixar o portão da garagem aberto por um tempo maior que o necessário, as coisas funcionam. A implantação desse sistema foi por uma questão de economia também. E tem dado certo tanto do lado financeiro quanto da segurança.

O QUE MAIS ESTÁ PLANEJADO?

Minha intenção é reforçar a necessidade de sermos mais corretos quando falamos em sustentabilidade. Estamos avaliando a viabilidade de como implantarmos um sistema de coleta seletiva. Essa crise hídrica, que está cada vez mais perto da gente, também nos leva a pensar em como vamos adotar um sistema de reaproveitamento da água da chuva. Onde armazenar, como distribuir para alguns pontos, como o banheiro e área comum. Estamos avaliando tudo, e sabemos que o mais difícil será mudar o comportamento das pessoas. Mas tenho certeza que todos terão consciência de que se é para o bem de todos nós, as mudanças valerão a pena.

Ponto de vista - Vilmar Gomes Guerra

Facebook Comments
Voltar

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: