Como planejar o próximo ano do condomínio

20 de novembro de 2015

Reportagem A Gazeta 19 de Novembro de 2015

Gerenciar um residencial não é fácil. Mas planejar bem a gestão do prédio pode evitar dor de cabeça para o síndico e taxas de condomínio pesadas para os moradores. E a preparação para o próximo ano já deve ser feita.

Para o presidente do Sindicato Patronal de Condomínios, Cyro Bach Monteiro, o principal cuidado necessário no planejamento é a previsão de gastos com a manutenção.

“A medida que os condomínios vão envelhecendo, os custos necessários para reformas aumentam. Se a administração não se planejar adequadamente, os gastos pesarão no bolso dos moradores”, comenta Cyro.

De acordo com o presidente do sindicato, o segredo é fazer um levantamento de itens obrigatórios do condomínio que necessitam de manutenção e reparo e dividir esse gasto em 12 meses para não sobrecarregar o condômino em apenas um mês.

“A taxa acaba reajustando mesmo, não tem jeito, mas tem como amenizar esse gasto e fazer com que o morador não sinta tanto. Por isso, medidas como o corte de despesas desnecessárias ou a previsão de possíveis serviços podem ajudar a deixaras contas em dia”, garante Cyro.

A gerente administrativa da M&M Gestão Condominial, Juliana Monteiro Mendes, reforça que o valor necessário para pagar o 13° salário e as férias dos funcionários também pode ser parcelado nas taxas de condomínio do ano inteiro.

“O síndico deve levar em conta também que abril é o mês de reajuste para os trabalhadores de condomínio. Então, ele tem que planejar o orçamento com uma margem maior na folha de pagamento”, explica Juliana.

Além das reformas e do orçamentou precisa constar no planejamento anual o cronograma de reuniões de condomínio, importante para que os moradores reservem essa data, e a prestação de conta da administração.

Facebook Comments
Voltar

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: