Coleta Seletiva. Seu condomínio também pode ter.

4 de setembro de 2015

Já não é mais nenhuma novidade para ninguém o termo coleta seletiva. O que talvez não seja tão comum é o fato de as pessoas colocarem em prática o hábito de separar os tipos de lixo ainda dentro de suas próprias unidades residenciais e comerciais, contribuindo diretamente para que o seu condomínio possa efetivamente praticar a destinação correta dos materiais, principalmente, os recicláveis.

E foi pensando na ampliação dessa coleta e nos diversos benefícios que o sistema traz para a cidade, que a prefeitura de Vitória iniciou no mês de agosto um trabalho que atenderá todos os condomínios do bairro Praia do Canto.

Todos os prédios foram notificados e deverão realizar a separação e acondicionamento do lixo em contentores específicos para os resíduos sólidos que podem ser reciclados e que são descartados pelos moradores.

“No bairro cerca de 130 condomínios já realizavam esse trabalho, de forma educativa. Agora notificamos todos os condomínios para realizar essa ação. São mais de 300 condomínios colaborando com a cidade. Nosso objetivo é identificarmos tudo de certo e errado que pode ocorrer nos procedimentos, é um projeto-piloto, que estará em constante aperfeiçoamento.

A intenção é ampliar para outros bairros da cidade”, garante o secretário de Serviços de Vitória, Fernando Castro Rocha.

Para Paulo Roberto Martins, morador do bairro, a coleta será benéfica para todos na região, e acredita que muito em breve outros bairros conseguirão colocar em prática as ações. Na opinião dele, o ganho não é apenas em relação ao meio ambiente. E ele está certo.

“Além de ser benéfica para o meio ambiente, também gera renda para as famílias dos catadores que estão ligados às associações. Tem também um apelo social importante e que atinge várias famílias”, reforça Martins.

Para o presidente do SIPCES, Cyro Bach Monteiro, a ampliação dos sistema de coleta seletiva vai ao encontro das expectativas dos moradores, que têm olhado com maior atenção para a destinação correta dos lixos. “Essa é uma ação que deve ser abraçada por todos. Ninguém perde fazendo essa separação, muito pelo contrário. Traz benefícios para todos os moradores da cidade, e para todas as gerações. Acredito no sucesso dessa ação”, afirma Monteiro.

De acordo com a secretaria de Serviços de Vitória, atualmente são coletados mais de 180 toneladas de resíduos recicláveis por mês, sendo a maior parte papelão e papel. Nas associações, os resíduos são separados, prensados e depois vendidos às indústrias de reciclagem.

Quem tiver dúvidas sobre a ampliação do serviço proposto pela prefeitura da capital, poderá entrar em contato com o setor responsável pela Coleta Seletiva na Secretaria Municipal de Serviços pelo telefone (27) 3382-6771.

Levando a ideia para o condomínio

É certo que ainda estamos longe de termos um número considerável de condomínios que realizam de forma correta a coleta seletiva. Mas esse número vem crescendo e a procura por informações sobre como ampliar ou implantar esse sistema nos condomínios são animadores.

Caso o seu condomínio seja um daqueles que ainda não pensaram nessa possibilidade ou ainda não implantaram esse sistema, reforce as necessidades de realizar essa ação e, sobretudo, ressalte os ganhos sociais, ambientais e econômicos que beneficiarão a todos.

De forma bem resumida e direta a implantação da coleta seletiva exige espaço e condições adequadas. Após isso, defina quais materiais serão coletados e oriente os funcionários a não misturar os sacos de diferentes tipos de resíduos.

Feito isso é hora de conscientizar os condôminos e empregados sobre a importância dessa ação que o condomínio está desempenhando, para que todos possam participar de forma efetiva, contribuindo para o sucesso de todos.

O começo pode parecer trabalhoso, pois ainda há muito a ser definido, como, por exemplo, de quem é a responsabilidade pela retirada do material do condomínio, para onde esse material será enviado, qual o envolvimento do serviço púbico e das associações com o seu lixo?

Mas não desanime. Isso tudo só dará mais trabalho no começo. Depois tudo passará a ser rotina no condomínio, e benefício para todos nós. Pesquise sobre o assunto e leve para os outros moradores a possibilidade de criar essa importante ação no seu condomínio.

LEIA A Versão PDF InfoSIPCES Julho – Agosto 2015

 

Facebook Comments
Voltar

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: