Taxa de condomínio vai subir até 20%

21 de abril de 2015

Foto de Ademir Ribeiro – 26/12/2014
Reportagem da Nathália Barreto – jornal A Tribuna

Quem paga condomínio na Grande Vitória vai sentir o bolso pesar a partir do próximo mês. Com o reajuste salarial de 9% dos trabalhadores dos condomínios em abril, somado ao aumento nas contas de água e energia no País, a taxa pode aumentar até 20%.

De acordo com o e diretor jurídico do Sindicato Patronal dos Condomínios, Gedaias Freire da Costa, cerca de 85 mil condôminos vão ser afetados pelo aumento.

“Só a folha de pagamento dos funcionários representa, em média, 45% dos custos de um condomínio. Somado ao aumento que tivemos nas contas de energia e água, prevemos um aumento de até 20% no valor cobrado”, afirmou.

Além do aumento nas contas, outro problema enfrentado pelos síndicos e administradores dos condomínios é a inadimplência, que corresponde a cerca de 17 mil moradores, segundo Costa. Para ele, o aumento nos valores pode aumentar esse número.

Já para o economista Mário Vasconcelos é preciso ter uma cobrança mais firme das dívidas.

“A inadimplência é muito grande e isso influencia no valor cobrado. Muitos moradores ficam um ano sem pagar o condomínio e isso recai sobre os outros quando há necessidade fazer um conserto ou obra mais caros, por exemplo. É preciso ter uma cobrança mais séria das dívidas e levar à Justiça se necessário”, disse.

Entre as medidas para reduzir os custos das contas, o administrador de condomínios Luiz Castellar contou que já adota algumas, como a troca de lâmpadas por tipos mais econômicos e a captação da água da chuva.

“Pensando em reduzir os custos, já implantamos em alguns condomínios um sistema de captação de água da chuva, que é usada para lavar as áreas comuns dos condomínios. Também investimos nas lâmpadas led, que já trouxeram uma redução de 30% no valor da conta”, afirmou.

Castellar também contou que alguns condomínios estão investindo em porteiros eletrônicos, que substituem o trabalho dos funcionários. Para isso, são adotadas medidas de segurança como uso de câmeras nos interfones.

“Nesses casos é necessária uma reeducação dos moradores, para que eles fiquem mais atentos à segurança.”

Clique no link e tenha acesso à reportagem A Tribuna – 21 de Abril de 2015.

Facebook Comments
Voltar

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: