Declaração do IR 2015 a partir da próxima segunda-feira

25 de fevereiro de 2015

A partir das 8 horas da manhã da próxima segunda-feira, dia 02 de março, estará disponível o programa da declaração do Imposto de Renda 2015 (ano-base 2014). Hora de reunir a documentação e informações, que sempre trazem uma série de dúvidas, tanto para síndicos quanto para os condôminos.

De acordo com a Receita Federal, os condomínios são isentos do pagamento de imposto de renda, não sendo necessário fazer qualquer declaração. Ao contrário dos seus moradores e do síndico, mesmo que esse tenha isenção da taxa.

O síndico que se encontra nessa situação de isenção, deve incluir em sua declaração, considerando-a em “outras receitas”, já que a isenção equivale a um pagamento pela sua função. Quando remunerado, a declaração deve ser feita da mesma forma.

Já nos condomínios que tenham ganhos devido a locação de áreas comuns como aluguel do topo do prédio para antenas ou com placas de publicidade, são os condôminos que devem realizar o recolhimento mensal obrigatório, uma vez que esses valores constituem em rendimentos dos próprios condôminos e não do condomínio.

Nesses casos é muito comum que os condôminos não recebam o pagamento em espécie, mas são eles os beneficiários dessa quantia, uma vez que o valor recebido se junta ao fundo de reserva do condomínio ou diminui o valor a ser pago pela taxa condominial.

Note também que receitas provenientes de locação de salão de festas, piscinas, churrasqueiras ou qualquer outro item pelos próprios condôminos não são consideradas como rendimento de aluguel para efeito de tributação.

A expectativa da Receita Federal é de receber cerca de 27,5 milhões de declarações neste ano de todo o país, sendo 510 mil só no Espírito Santo. O prazo final para entrega da declaração termina no dia 30 de abril.

COMPROVANTE DE RENDIMENTOS ATÉ SEXTA-FEIRA

As empresas têm até o último dia útil deste mês, 27 de fevereiro, para entregar aos seus funcionários o comprovante de rendimentos – documento necessário para fazer a declaração do Imposto de Renda 2015. A informação é da Receita Federal.

O comprovante de rendimentos deverá trazer as informações sobre o total dos rendimentos obtidos pelo trabalhador em 2014 e o do Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF) no período.

Neste ano, a multa por não entregar o documento dentro do prazo, ou apresentá-lo com informações incorretas, foi mantida em R$ 41,43 por funcionário.

Outras informações: Receita Federal

Facebook Comments
Voltar

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: