Nova Diretoria toma posse e traça metas para próxima gestão

3 de setembro de 2019

A nova diretoria do SIPCES tomou posse na noite de ontem, durante evento realizado na sede do sindicato, no Centro de Vitória.

Na ocasião o presidente eleito, Gedaias Freire da Costa, elencou um resumo das ações que serão desenvolvidas e na forma de atuação da entidade.

Abaixo, o discurso do presidente. Ao final do texto, algumas fotos da especial noite de ontem.

PREZADOS DIRETORES, EQUIPE SIPCES E PRESENTES

Somos levados a acreditar no que ouvimos e lemos, diariamente. É preciso cautela, buscar fontes confiáveis das
notícias é fundamental, no segmento condominial o SIPCES é CONFIABILIDADE.

No livro Arroz de Palma, de Francisco de Azevedo, o primeiro capítulo “família é prato difícil de preparar”, a história pretende mostrar que, apesar de todos os seus erros e tropeços cotidianos, a família busca se aprimorar, assim, é toda e qualquer gestão empresarial e sindical, sempre em constante evolução para atender ao seu público.

Baltasar Gracian, no livro A Arte da Sabedoria, escrito por volta de 1635, afirma “As pessoas inteligentes se armam com munição de saber requintado; um saber prático e atualizado; ninguém nasce perfeito. Deve-se aperfeiçoar dia a dia, tanto o pessoal quanto profissionalmente”, seguindo este lema, o SIPCES proporciona anualmente cursos e palestras de capacitação, este é o nosso objetivo.

Não basta, contudo, Síndicos, condôminos ou empregados das empresas administradoras participarem destes eventos. Compartilhar o conhecimento é necessário, curiosidade para ler livros indicados é fundamental. Incentivem e cobrem estas ações.

Fomos eleitos com um compromisso: PARTICIPAÇÃO. Precisamos agendar na nossa rotina, estar presentes nas reuniões, discussões e planejamento. Reserve espaços na tua VIDA, SIPCES agradece. Não há diretoria de poucos, há gestão em equipe.

Planejar é preciso, vamos elaborar o planejamento estratégico SIPCES 2020/2030, teremos nossa visão, missão e valores, metas para dez anos, envolver pessoas, eis a solução.

Somos abertos ao diálogo, mas não abriremos mão da representatividade da SIPCES. Dividir não é somar. Outras entidades não representam as empresas administradoras.

O mercado não está mudando, ao contrário, sempre esteve em transformação, ou seja, é dinâmico, precisamos estar alinhados às mudanças. O tempo é dos aplicativos.

Os pilares da boa gestão serão aplicados pela gestão ora empossada, com ética, compromisso e responsabilidade. A consequência será a implantação de um código de ética e conduta, uma aspiração da entidade, que será discutido, apreciado e aprovado pelos interessados. É o SIPCES aprumando as velas.

O relacionamento com as entidades sindicais faz parte da nossa existência e objetivo. NEGOCIAR condições de trabalho e saúde dos empregados, ajustando custos à nossa realidade, uma premissa verdadeira.

Os desafios são muitos. Disputa de nichos de mercado é crescente, CRA, CAU, CREA, precisamos focar na defesa dos interesses individuais e coletivos da categoria, sem perder a ternura (o diálogo com outras entidades).

Ampliação da capacitação e treinamento, foco nas redes sociais, site mais dinâmico, mudanças na forma de comunicação, tornarão mais ágil e eficaz nossa aproximação com os condomínios e empresas administradoras.

Acompanhar projetos de leis nas câmaras municipais e na esfera federal é crucial, temos como chegar nos nossos representantes eleitos, precisamos saber o que pedir e reivindicar.

Encontros das áreas jurídica e contábil serão criados para despertar nos participantes a visão do SIPCES. Na defesa da categoria, em prol desta, a melhor defesa, mais consistente e sustentada na doutrina e na jurisprudência.

Reuniões permanentes das administradoras. Discutir as novidades e gargalos, exigirá de todos comprometimento, sensatez, sugestões, em ambiente desprovido de EGOS.

O SIPCES tem 26 anos. Conquistamos respeito e somos referência do segmento. O que fazemos é visto com admiração por aqueles que vem de fora ministrar palestras e cursos. Crescer é meta, não podemos admitir atos individuais de empresas que assumem condomínios e os excluem do nosso quadro de filiados, esta não é uma política ética.

Não tenho dúvidas, há muito o que fazer. A UNIÃO de todos os diretores, equipe, assessores, formando um TIME, seremos vitoriosos, alcançaremos as metas, o SUCESSO será o resultado deste trabalho.

Agradeço aos diretores da gestão que se encerra, cada um fez o seu melhor. INOVAR É PRECISO, o ambiente exige mudanças.

Gedaias Freire da Costa
Presidente

  

Facebook Comments
Voltar

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: