SAUNA. Cuidados no uso e na manutenção.

20 de dezembro de 2016

Constantemente falamos sobre as novas características de um condomínio, sendo muito mais comum a construção de empreendimentos que trazem uma série de itens na área de lazer, como piscina, quadra esportiva, espaço gourmet e sauna.

Junto a eles vem a responsabilidade da correta manutenção e higiene desses equipamentos, e com a sauna não seria diferente. Segundo Wéslei Azzini Alves, consultor da Casal Piscina, de Vitória, os principais problemas são ocasionados pela má utilização do espaço. “O aquecimento da sauna é produzido por uma resistência, como no chuveiro. O primeiro passo é que o equipamento seja dimensionado de acordo com o espaço da sauna, para que essa resistência possa trabalhar de forma correta. O normal é utilizar a temperatura em 45º, não mais do que isso. Há uma diferença entre a sauna seca e a sauna a vapor, e às vezes as pessoas desconhecem isso”, reforça Alves.

E não há prazo para troca da resistência do forno. A manutenção é realizada de acordo com o uso do equipamento. Ainda de acordo com o consultor a quebra do termostato ocorre pela falta de zelo com o equipamento. “A quebra se dá por deixarem o morador ter acesso a alterar a temperatura, colocando acima de 45º, o que é perigoso e não recomendamos, ou em temperaturas mais baixas, de acordo com a sua vontade. Geralmente a quebra desse componente é por brincadeiras de crianças e jovens, que ficam a todo momento realizando essas alterações”.

Por isso muitos condomínios colocam o porteiro ou zelador como o responsável por ligar e desligar a sauna, e possuem a temperatura do ambiente já denida, sem possibilidade de alterações.

Nos condomínios que não possuem sauna é possível instalar o equipamento. Basta procurar uma empresa especializada para avaliação do espaço e garantia de que tudo será feito de maneira correta. Os valores variam de acordo com o tamanho do espaço e a potência do forno.

O uso correto e adequado da sauna traz vários benefícios físicos e mentais, e o seu uso constante faz com que melhore o sistema respiratório e a circulação sanguínea. Mas esse uso precisa ser cercado de cuidados básicos, sobretudo por pessoas que estejam em tratamento médico ou que sejam hipertensas A principal recomendação é para que seja evitado o contato com ambiente frio de imediato, fazendo com que o corpo se habitue primeiro com a temperatura do local.

Facebook Comments
Voltar

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: