Prédios novos e antigos precisam de revisão periódica

23 de dezembro de 2016

Reportagem Paula Gama, jornal A Gazeta
Foto-GUILHERME-FERRARI-21-07-2016-A-GAZETA.

Os edifícios precisam passar por revisões periódicas. Elas preservam a garantia, quando se trata de um prédio novo, e aumentam a vida útil do imóvel. Como todo produto, o imóvel vem com um manual de instruções para o comprador e outro para o síndico.

A arquiteta Liliam Araújo explica que mesmo os edifícios mais antigos – quando o manual já se perdeu ou nunca existiu – precisam de um plano de gestão e manutenção. “Será necessário contratar um engenheiro ou arquiteto para uma vistoria”, afirma. Segundo Liliam,em um prédio de dez pavimentos são necessárias mais de 300 ações de vistoria.

“Todos os meses os portões elétricos devem ser verificados. A cada três meses é importante confirmar se está tudo certo como alarme de incêndio e coma cabine de gás”, alerta o presidente do Sindicato Patronal de Condomínios e Empresas de Administração de Condomínios (Sipces), Cyro Bach Monteiro.

Duas vezes por ano é necessário revisar as iluminações de emergência, a cisterna, a caixa d’água, as bombas de água e limpar a caixa de gordura. Anualmente, é a vez de ficar de olho nos para-raios, no telhado, nas calhas e antenas de TV, rever as mangueiras e os extintores de incêndio, os rejuntes e os azulejos das piscinas e os rejuntes e sifões de pias nas unidades. E a cada dois anos as atenções devem se voltar para a parte elétrica.

Facebook Comments
Voltar

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: