Economia de até 30% com medidor de água individual

14 de julho de 2016

Reportagem jornal A Tribuna – 14 de julho

Prédios antigos que colocaram medidor individual de água no Estado tiveram uma economia de até 30%. A informação é do Sindicato Patronal de Condomínios do Espírito Santo (Sipces).

A medida, que já foi adotada por alguns condomínios, virou lei na última terça-feira, sendo sancionada pelo presidente em exercício Michel Temer. A lei obriga os novos edifícios a terem medição individualizada e não obriga os antigos a se adequarem. Ela vigora a partir de 2021.

No condomínio Santa Paula, em Jardim Camburi, a mudança foi feita em 2009 e, já no primeiro mês, foi notada uma grande economia. “A conta, que era de R$ 18 mil, caiu para R$ 12 mil e permanece nessa faixa até hoje”, disse o síndico José Carlos de Mendonça.

No condomínio Vina del Mar, também em Jardim Camburi, os moradores terão medidores individuais a partir de agosto. O conselheiro do condomínio e também corretor de imóveis Dário Ulisses Ghetti Júnior, 53, disse que, além da economia, a medida valoriza os imóveis. “Apartamentos com medidores individuais têm um valor maior no mercado”, ressaltou.

Segundo ele, há várias vantagens na instalação do medidor individual, entre elas o fato de o morador passar a tirar vazamentos que tem no imóvel, já que vai pagar sozinho pelo consumo da água. Também é melhor para famílias menores, que consomem menos, e até a inadimplência reduz, já que pode ser cortada a água só do devedor.

Facebook Comments
Voltar

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: