Condomínios flexibilizam pagamento de dívidas

21 de julho de 2016

Reportagem de Paula Gama, jornal A Gazeta 21 de julho de 2016

A inadimplência é um dos maiores problemas dos condomínios. Quando há um grande número de devedores a administração é obrigada a ratear as despesas entres os moradores pagantes.

Para reduzir o mal estar, os condomínios estão mais flexíveis, oferecendo parcelamentos de até 20 meses com juros de 1% a.m, dependendo do valor da dívida. “A gestão não pode dar descontos, mas é possível fazer um parcelamento maior do que o máximo oferecido pela justiça, que é de 7 vezes. Se ultrapassar 10 meses é indicado cobrar juros de 1% ao mês”, afirma Gedaias Freire da Costa, vice-presidente do Sindicato Patronal de Condomínios e Empresas de Administração de Condomínios do Espírito Santo (Sipces).

Segundo Glauco Marinho, diretor do núcleo de administradoras da Associação de Empresas do Mercado Imobiliário
(Ademi-ES), oferecer uma negociação é mais vantajoso para a administração do que levar a causa à justiça. “Indo a juízo pode-se demorar quase um ano para começar a receber o que se tem direito. O parcelamento extrajudicial é bem mais rápido”, pontua.

Facebook Comments
Voltar

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: