Pallet na garagem! Cabe mais um.

12 de novembro de 2015

Certamente muitos já tiveram algum problema ou mesmo dificuldades para manobrar seus veículos nas apertadas vagas de garagem ou estacionamento dos condomínios. Principalmente se o seu condomínio for mais antigo, onde as vagas de garagem são poucas e nem sempre há espaço para todos os veículos.

Para diminuir esse problema prédios da Grande Vitória podem recorrer a algumas soluções para dar um pouco mais de espaço, conforto e diminuir os aborrecimentos quando o assunto é garagem. Uma dessas soluções são as vagas volantes, aquelas onde é possível “mudar” o carro de lugar, utilizando pallets e, assim, aproveitar melhor o espaço disponível na garagem.

Usuários que moram ou trabalham em prédios que já possuem o sistema há muito mais tempo afirmam que o modelo só ajuda. A síndica Ana Maria do edifício San Moritz, em Jardim da Penha, Vitória, é uma delas, e garante que não há o que reclamar.

“Nunca tivemos problemas. O prédio já foi entregue com esse modelo de garagem, há 17 anos, e com a devida manutenção nunca tivemos problemas. Neste ano demos início à troca das roldanas, onde colocaremos roldanas blindadas, que são mais resistentes, e tornam o movimento de empurrar ou puxar os carros mais fácil e leve”, garante a síndica.

Ainda segundo Ana Maria, de acordo com a planta original da construção, o edifício comportaria vagas para apenas oito veículos. Com a utilização dos pallets o número de vagas aumentou 50%, passando a comportar 12 veículos na garagem ao mesmo tempo.

O sistema de pallets foi desenvolvido para aproveitar ao máximo os espaços das garagens, e atende tanto edifícios comerciais quanto residenciais. Com ele os carros ficam em cima de trilhos que, com o mínimo de esforço manual, se deslocam para os lados e para frente e para trás, liberando as vagas e permitindo a entrada e saída dos veículos.

Para o servidor público aposentado José Américo Cavalcante, o sistema é seguro. “A distância entre os carros é boa, não há risco de acidentes, nem mesmo de bater um carro no outro, provocando arranhões ou danificando outro veículo”.

Mas lembre-se de que para introduzir esse sistema em seu prédio será preciso fazer um projeto de apresentação de como tudo vai ficar e aprovar em assembleia.

Facebook Comments
Voltar

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: