Condomínios demitem porteiros

2 de outubro de 2015

A Tribuna 02 de Outubro de 2015

A vida não anda fácil para os porteiros. Para cortar custos, condomínios têm optado por substituir os profissionais por sistemas de videomonitoramento e cercas elétricas. Em alguns, o corte é apenas em um determinado período — à noite, por exemplo. Em outros, a portaria agora fica vazia. A alta nos preços da energia elétrica e outras tarifas pesam, mas, segundo o vice-presidente do Sindicato Patronal de Condomínios (SIPCES), Gedaias Freire da Costa, o maior vilão é a inadimplência, que segue acima de 20% em disputas judiciais.

O número de cartas de cobrança, porém, subiu 88% de janeiro a agosto deste ano comparado com o mesmo período em 2014, representando um montante de R$ 1,5 milhão a ser recuperado.

“Condomínios que tinham porteiro 24 horas agora só têm o serviço de dia. E, em alguns, todos foram dispensados. Foi a saída.” Em alguns prédios, lembrou ele, o tempo de casa dos empregados torna cara a demissão, mas a tendência é reduzir quadro.

Facebook Comments
Voltar

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: