Ponto de Vista – Quando menos tem que ser mais.

8 de setembro de 2015

Tempo de crise, a regra é uma só: economizar. Mas não basta cortar apenas no preço não. Tem que ter atenção quanto à qualidade dos serviços prestados e produtos que estão sendo adquiridos.

E é essa atitude que tem dado muito certo no condomínio Vivenda Laranjeiras, na Serra. O momento econômico que exige atenção e planejamento colocou a assistente financeiro Zilméria Alves Cerillo Moura em um teste e tanto, logo em sua primeira experiência como síndica à frente de um condomínio que possui mais de 220 apartamentos.

InfoSIPCES – O QUE TEM SIDO MAIS DIFÍCIL NESTA NOVA EXPERIÊNCIA?

O mais difícil já passou. Como eu nunca havia assumido essa função, eu tive muito trabalho no começo para poder entender alguns procedimentos. Mas isso já foi ultrapassado, e devo muito isso à ajuda dos condôminos e das pessoas que estão junto comigo fazendo esse trabalho, como subsíndico e todos do conselho. As orientações que recebemos do SIPCES também são muito precisas e valiosas.

O QUE VOCÊ ENFRENTOU NESSE COMEÇO DE TRABALHO?

Não teve jeito, tivemos que rever as contas do condomínio, rever contratos. Acredito que todos os condomínios devem estar passando por essa situação. Então cada um vai ter que procurar ajustar as contas. A primeira coisa foi rever os contratos, chamando os fornecedores para uma revisão, como forma mesmo de contenção. Mas sem que perdêssemos a qualidade dos serviços que são realizados. O atual momento econômico não nos permite extrapolar.

ESSA ECONOMIA É SOMENTE EM RELAÇÃO AOS SERVIÇOS?

Não. Desde o início do ano estamos fazendo a troca das lâmpadas nos corredores de todos os andares dos três blocos. Diminuímos a potência das lâmpadas dos refletores e realizamos uma grande pesquisa de preços e comparação entre os produtos de limpeza e higiene que são utilizados no condomínio. As ações em um condomínio nunca podem parar, mas tem que estar alinhadas com um preço justo. Mas conseguimos muita coisa em parceria neste ano.

QUE OUTRAS AÇÕES FORAM REALIZADAS OU ESTÃO PROGRAMADAS?

Realizamos a implantação da brinquedoteca com ajuda de fornecedores e a reforma do parquinho. Estamos implantando o controle de acesso dos moradores. O próximo passo é a pintura da área comum.

COMO É A PARTICIPAÇÃO DOS MORADORES?

Os moradores têm dado um grande apoio e entendido a dificuldade que passamos. Isso faz com que todos contribuam. A integração dos moradores tem sido trabalhada com a criação de ações como ginástica para as mulheres, colônia de férias e judô para as crianças. São ações que envolvem os moradores. Isso é viver em condomínio.

LEIA A Versão PDF InfoSIPCES Julho – Agosto 2015

Facebook Comments
Voltar

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: