Espaço de uso comum também tem regras

18 de junho de 2015

Reportagem: Caderno de Imóveis – jornal A Gazeta

Espaços de uso comum estão cada vez mais presentes nos condomínios. Quando se tem piscinas, churrasqueiras, saunas, academia, brinquedoteca e outros itens também é preciso ter uma regulamentação adequada para evitar problemas. Saber quem pode usar esses espaços é uma das dúvidas comuns nas associações.

Cada condomínio possui a sua própria convenção com regras internas. Na maioria delas, é permitido que os hóspedes tenham acesso às áreas comuns quando acompanhados por moradores. O diretor do núcleo de administradoras da Ademi-ES, Marco Aurélio Nery, explica que, para a segurança dos outros moradores e cobrança de eventuais danos causados ao condomínio, é necessário que hóspedes e visitantes sejam cadastrados.

“O condômino deve preencher um formulário com o nome, CPF e RG de seus hóspedes e informar quanto tempo eles vão ficar. A partir daí, ele pode frequentar qualquer espaço comum como um morador durante o período avisado”, afirma Marco Aurélio.

Além dos hóspedes, os visitantes também geram algumas polêmicas no condomínio. É natural que o morador de um residencial clube sinta vontade de convidar seus amigos para passarem o dia em sua casa. Mas é importante entender que o espaço é de todos e que os outros moradores podem se sentir incomodados com a presença de pessoas estranhas. “Receber alguém em casa e convidá-lo para a piscina não é um problema, mas isso não pode se tornar frequente”, avalia o presidente do Sindicato Patronal de Condomínios e Empresas de Administração de Condomínios do Espírito Santo (SIPCES), Cyro Bach Monteiro.

FESTAS

Marco Aurélio atenta, ainda, para um detalhe: convidados de festas ou churrascos não podem frequentar os outros espaços comuns. Ou seja, não é permitido usar o salão de festas e chamar as pessoas para a piscina ou brinquedoteca, por exemplo.

A Gazeta 18 de Junho de 2015

Facebook Comments
Voltar

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: