PONTO DE VISTA – A participação como diferencial

20 de Fevereiro de 2015

Talvez nada seja mais frustrante para quem exerce a função de síndico do que ouvir reclamações de moradores que não participam nem contribuem para as melhorias do condomínio e só fazem reclamar. Mas não é essa a realidade enfrentada pela técnica em segurança do trabalho (TST) Macleia Pimenta Leite, que há mais de um ano e meio é a síndica do Ed Penedo, no bairro Praia das Gaivotas, em Vila Velha.

A grande participação dos condôminos nas reuniões é um dos pontos fortes neste condomínio que possui 60 unidades e é bem cuidado por 05 empregados.

InfoSIPCES – COMO FAZER PARA INCENTIVAR A PARTICIPAÇÃO DOS MORADORES?

Condomínio é comunidade, não adianta agir sozinho, pensar sozinho. Acredito que tanto eu quanto os síndicos anteriores fizemos com que os moradores entendessem isso. Essa presença expressiva, em que nunca tivemos uma assembleia com menos de 60% de participação, foi conquistada dessa forma. Muito debate de ideias, as pessoas precisam estar inseridas no que acontece.

MAS COMO ATRAIR O INTERESSE DO MORADOR?

Todos precisam ser incentivados. Todos tem espaço para propor melhorias, colocar suas ideias. Em uma gestão anterior, quando a adesão ainda não era tão grande, foi criado um plantão tira-dúvidas. Os moradores puderam esclarecer informações sobre os mais variados assuntos, foi apresentada a realidade do condomínio e a importância da participação de todos. A partir dali essa integração passou a ser maior. Hoje comemoramos juntos o dia das mães, das crianças e a festa junina. É um prédio familiar, onde as pessoas se conhecem de verdade.

ISSO FACILITA O TRABALHO DO SÍNDICO…

A atuação do síndico não é fácil, mas eu diria que fica mais prazerosa, já que as pessoas começam a olhar pra você e ver que ali tem alguém para ajudar, para fazer com que o local que escolhemos para morar possa ser cada vez melhor. As orientações e assessoria do SIPCES são fundamentais para que o trabalho seja realizado de forma correta, de não colocarmos os pés pelas mãos em algumas medidas, e é preciso ter uma administradora parceira, que ande junto com a gente.

O QUE TEM ACHADO DESSA EXPERIÊNCIA?

Na gestão anterior eu era presidente do Conselho, e isso me deu um conhecimento que hoje digo que foi fundamental para exercer a função de síndica. É claro que são atribuições e responsabilidades bem diferentes, mas ganhei noções sobre assuntos que hoje tenho total confiança em como agir.

DÊ UM EXEMPLO.

Ser mais criteriosa na hora de preparar o planejamento anual, e as previsões. Deixar tudo no seu devido lugar para evitar surpresas que vão colocar em dúvida se o seu trabalho está sendo bem desempenhado. Buscar ações que façam com que a gente tenha um controle da inadimplência, que já foi alta. Quem paga até o dia cinco tem desconto e participa de sorteio de pequenos brindes, que muitas vezes conseguimos junto a empresas do bairro. Em dezembro sorteamos R$ 150,00 em compras num supermercado graças
a uma dessas parcerias.

QUAIS OS PRÓXIMOS PROJETOS PARA O CONDOMÍNIO?

Alguns pontos importantes já foram realizados e hoje funcionam muito bem como a instalação de câmeras de segurança no prédio, inclusive nos corredores, e uma maior organização na coleta de lixo. O próximo passo e que já estamos avaliando é a instalação de medidores individuais de água. A conta de água é a segunda maior despesa do condomínio, e acreditamos que a individualização
vai contribuir para conscientizar o uso correto da água, porque cada um vai pagar realmente o que consome. Temos certeza que vai funcionar muito bem.

Veja a edição completa do informativo: Versão PDF InfoSIPCES Janeiro – Fevereiro 2015

Facebook Comments
Voltar

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: