Bandeiras tarifárias já estão valendo

19 de fevereiro de 2015

Desde o início do ano os consumidores brasileiros ganharam uma novidade nas contas de energia elétrica: o Sistema de Bandeiras Tarifárias. Agora bandeiras verde, amarela e vermelha indicam um custo maior ou menor no valor da energia consumida. E tudo
isso baseado unicamente em função das condições de geração de eletricidade.

O sistema, já vigente, possui três bandeiras: verde, amarela e vermelha. São as mesmas cores utilizadas e vistas diariamente nos semáforos das cidades e sinalizam o custo de geração de energia para o consumidor.

De acordo com a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) as bandeiras tarifárias são uma “forma diferente” de apresentar um custo que hoje já está na conta de energia, mas que geralmente passa despercebido. O sistema de bandeiras tarifárias valerá para todo o país, com exceção dos estados do Amazonas, Amapá e Roraima – pois estes estados ainda não estão interligados com o sistema nacional de energia elétrica.

Bandeira verde: condições favoráveis de geração de energia. A tarifa não sofre nenhum acréscimo;

Bandeira amarela: condições de geração menos favoráveis. A tarifa sofre acréscimo de R$ 1,50 para cada 100 quilowatt-hora (kWh) consumidos;

Bandeira vermelha: condições mais custosas de geração. A tarifa sofre acréscimo de R$ 3,00 para cada 100 kWh consumidos.

Acesse a Versão PDF InfoSIPCES Janeiro – Fevereiro 2015

Facebook Comments
Voltar

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: