Mudanças na cobrança de contas da Cesan

20 de novembro de 2014

Para melhorar a qualidade de entrega das contas, a Cesan implantou um novo sistema de leitura dos hidrômetros (medidores do consumo de água nos domicílios) que vai alterar a data de vencimento das contas dos clientes a partir de 04 de dezembro. Neste primeiro mês, haverá uma diferença no que o cliente está acostumado a pagar, mas a conta terá sido calculada da mesma forma: proporcional aos dias de consumo.

A mudança foi necessária para equilibrar a quantidade de leituras feitas a cada dia pelos leituristas, melhorar a logística e aperfeiçoar o atendimento ao cliente. “Além de eliminar a sobrecarga sobre os profissionais, haverá mais tempo para eles fazerem a leitura, podendo abordar o morador e resolver problemas no local a partir desse contato”, afirma Maria José Fernandes, gerente de Relação com o Cliente.

O cliente deverá observar na fatura o número de dias que estão constando. O valor cobrado estará relacionado a essa quantidade de dias e ao volume consumido. “Com a mudança, em algumas residências os hidrômetros serão lidos com menos de 30 dias e o valor da conta será menor, em outras serão lidos com mais de 30 dias e, por isso, o valor será maior. Mas essa variação só ocorrerá no primeiro mês sem alteração na tarifa”, explica Fernandes.

Após essa adequação, a conta voltará a ser apurada no período médio de 30 dias e a data de vencimento passa a ser aquela estabelecida no mês da mudança. Mas o cliente pode solicitar a troca do vencimento, escolhendo entre as cinco opções que a companhia disponibiliza. Essa alteração pode ser realizada pelo endereço: www.cesan.com.br – no menu Minha Conta – em Alteração da data da conta, ligando para o 115 ou nos Escritórios de Atendimento.

Sem prejuízo

Fernandes esclarece ainda que, conforme determinado pela Agência Reguladora de Saneamento e Infraestrutura Viária do ES – Arsi, o valor da tarifa varia de acordo com faixas de consumo, são seis no total. Por exemplo: quem consome até 10 mil litros por mês em uma residência, por cada mil litros, paga R$ 2,43 (cadastrados na Tarifa Social pagam R$ 0,97). Já quem consome entre 11 e 15 mil litros por mês paga R$ 2,84 por cada mil litros. Ou seja, os mesmos mil litros vão ficando mais caros à medida que o consumo aumenta.

“Por isso, tomamos o cuidado de escalonar a quantidade de água consumida. Caso o domicílio esteja em uma faixa, para 30 dias de consumo, os dias a mais de cobrança vão ser adequados para que o cliente não mude de faixa. Assim, garantimos que ele pague o justo”, afirmou a gerente.

Simulador

A Cesan criou um hot site com um simulador para que o cliente confira os detalhes da mudança na sua conta. Basta acessar www.cesan.com.br e clicar no banner “Nova Data de Leitura e Vencimento da Conta”, inserir o número de matrícula e todas as informações sobre a alteração aparecem. Veja abaixo uma simulação:

Dados anteriores à alteração

Dia do vencimento: 19/11/14
Data da leitura em novembro: 03/11/14
Volume médio consumido faturado para 30 dias (m³): 160 (cálculo dos últimos 12 meses)

Dados no mês da alteração

Mês da alteração: dez/14
Data da leitura em dezembro: 15/12/14
Apuração do consumo (em dias): 42
Previsão de consumo a faturar (m³): 224
Vencimento: 22/12/14

Fonte: Assessoria de Comunicação da Cesan

Comunicado Cesan

 

Facebook Comments
Voltar

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: